Páginas

sexta-feira, 2 de março de 2012

Não é milagre, é ciência


Resumo - A moringa (Moringa oleifera Lam.) é uma planta que vem sendo utilizada como agente clarificante no tratamento de água em substituição aos sais de alumínio. Este trabalho teve como objetivo determinar a composição química e a morfologia das sementes da Moringa oleifera. As análises químicas revelaram um considerável teor de proteína e lipídio nas sementes. Os cotilédones das sementes apresentaram uma grande quantidade de corpos protéicos. Este material foi observado com a coloração do Xylidine Ponceau pH 2,5. As colorações com Azul de Toluidina e reação do PAS não revelaram presença do material aniônico nas células cotiledonares e nem presença de amido, indicando que o principal material de reserva foi proteína. Foram observados espaços no citoplasma das células dos cotilédones que não reagiram com nenhum dos corantes utilizados, desta forma podemos sugerir que estes espaços teriam sido ocupados pelos glóbulos de gordura, já que de acordo com as análises químicas existe uma grande quantidade de lipídio nessas sementes. TEXTO EXTRAÍDO NA ÍNTEGRA DO ARTIGO EM PDF DA REVISTA CIÊNCIA AGRONÔMICA, V.37, N.1, P.106-109, 2006 CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS - UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ, FORTALEZA, CE - neste site aqui.
Entendeu o que diz o resumo?
Se não tiver entendido bulufas vou tentar melhorar.
Related Posts with Thumbnails