Páginas

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Vira boate

A primeira observação não foi minha. E apenas ouvi o que o Paulo (meu afilhado de casamento) repetiu que um amigo dele da época do seminário havia dito. Entendeu? “Depois que o fulano (ditador) morreu o país virou uma bagunça”. 
Não me lembro qual era país que o Paulo disse que seu amigo se referia, pois apenas estávamos fazendo uma previsão do que poderia virar o Iraque sem o Saddam. E foi uma baderna por muito tempo, depois que Saddam foi pro beleléu.
Related Posts with Thumbnails