Páginas

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

“Tudo ao mesmo tempo agora”



Já pensou se conseguíssemos assobiar, chupar cana, cantar e falar ao mesmo tempo?
Ou se os cães conseguissem latir, cantar como pássaros, miar e falar feito papagaios?
Parece loucura não é? Mas com os avanços da física quântica, similaridades como estas não serão impossíveis.
É que pela primeira vez, físicos criaram um emaranhamento quântico, ligando duas partículas em um objeto sólido e visível, o diamante.
A equipe internacional de físicos do Canadá, Inglaterra e Singapura conseguiu criar um emaranhamento quântico, a temperatura ambiente. O sucesso maior deste feito é que o emaranhamento quântico é um dos misteriosos processos físicos em que só se era possível em objetos microscópicos.
O experimento realizado agora, foi previsto por um tal de Einstein em 1935 e observado em nuvens formadas por partículas microscópicas deste a década de 70 (é mais ou menos igual a teoria do comportamento dual do elétron).
Para realizar esta façanha, os físicos usaram feixes de raios laser ultra energéticos para gerar o emaranhamento entre fônos (quase-partículas que carregam vibração), de dois diamantes distantes 15 cm um do outro. Quando os diamantes foram bombardeados com o laser, identificou-se apenas um fóton emitido, comprovando que funcionou o experimento, como mostra a figura abaixo:

(ilustração: Sofia Moutinho)

Você entendeu?
Não?
Deixe-me tentar melhorar então:
Fumaça de cigarro com fumaça de qualquer outro produto em combustão se mistura não é?
Mas água com óleo não se misturam. Dããããã.
Então imagine se numa panela tivesse água fervendo e o vapor fosse canalizado por um tubo até um recipiente, e em outra panela acontecesse o mesmo com o óleo (é apenas um exemplo), então os vapores se uniriam formando um único líquido que não seria água nem óleo. Mas teria as funções que ambos têm. Melhorou?
Mas porque diabos o diamante?
É porque por ser o mais duro do mundo vibra em freqüências altíssimas que ultrapassam o valor das temperaturas que normalmente desfazem o emaranhamento em nuvens de átomos.
Tá bom, mas e daí em que isto mudaria minha vida? Caso tenha se perguntado isto...
Os pesquisadores apostam no uso de diamantes para criarem um emaranhamento em chips e memórias de computadores, os tornando mais rápidos e eficientes. Acha que isto é utopia? Pesquise qual será o princípio da revolução tecnológica prevista para daqui uns 5 anos nos computadores, que os transformarão em super máquinas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails