Páginas

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Feito Coelhos

Enquanto cientistas afirmam que no planeta existem 8 milhões de espécies (disse espécies), entre animais, plantas, fungos, protozoários, cromistas e petistas. Mas claro que existe a margem de erro, e que a descoberta de novas espécies se parece com a de planetas, a cada dia surge um sobre nossas cabeças.
Segundo notícias no dia 31 de Outubro de 2011, chegaremos a uma população de 7 bilhões de habitantes. Aplausos?

Não isto não é motivo de festa e cachaçada, pois segundo uns cientistas (não me pergunte se são bons ou a veracidade da teoria deles) o total de pessoas que a Terra suportaria seria algo em torno de 10 bilhões, mais que isto, os recursos naturais acabariam. E olhem que a estimativa para 2050 é de 9,3 bilhões hein!
O que contribui para este número aumentar cada vez mais, é a alta taxa de natalidade em alguns países e o aumento de expectativa de vida da população. Além da igreja que é contra o planejamento familiar, a molecada nova que faz bubiça sem se prevenir e não controlam seus hormônios, os Viagras e a falta de interpretação do “juntai-vos e multiplicai-vos.
Só que como a muié da foicinha também tem que levar os seus, em termos mais científicos existe uma teoria que é a Hipótese de Medeia, do paleontólogo Peter Ward, que em miúdos diz que quanto mais vida, maior a extinção desses seres vivos, exemplificado no que ele diz que foram as 05 extinções em massa na história da Terra. Confira!

Peter Ward sobre extinções em massa | Video on TED.com

2 comentários:

  1. Espero que nasçam mais homens que mulheres. Aff não justifica minha preocupação afinal estamos caminhando para a bissexualidade. Que pessoa egoísta. tomara que fiquem empatados o mesmo nº de H e M.

    ResponderExcluir
  2. Com o avanço da ciência, os pais escolhem o sexo da criança - ao menos quando nascem -, e ainda bem que reconheceu seu egoísmo. rsrsr.

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails