Páginas

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Anjos e desarranjos da calmaria

Mais uma em Tiburciulândia, desta vez falarei de um tipo de anjos que protegem os desfavorecidos, os desastrados, os enfermos, – anjos servem pra isto ué – os que não cumprirem com estas obrigações podem passar no RH e vazar fora (apenas uma piadinha sem graça). No entanto, estes anjos não são as entidades divinas, aqueles anjinhos de vestidos, com carinhas rosadas, cheios de jeitos e trejeitos. Refiro-me a anjos com indumentárias cor de sangue. Mas não é o demônio. (rs).
Bem; como tem muita gente ungida de azar, a legião do bem precisa aumentar e os anjos mais velhos estão treinando os novinhos, digamos capacitando querubins, para se tornarem excepcionais guardiões, prontos para qualquer emergência.
O problema é que o treinamento é depois das 7 * π  badaladas – horário de Tiburciulândia – e incomoda demais a algazarra que eles fazem, pois neste horário já tem tiburciulenses em repouso, idosos e crianças “mimindo” e fica feio os guardiões e querubins mesmo em prol do bem coletivo, ficarem batendo asinhas e exercitando seus gogós em horários inoportunos, além de que:
Consta no Código Penal, Das Contravenções Penais Referentes à Paz Pública, o seguinte:

Art.42 – Perturbação do trabalho ou do sossego alheios

  • I – com gritaria ou algazarra;
  • II – exercendo profissão incômoda ou ruidosa, em desacordo com as prescrições legais;
  • III – abusando de instrumentos sonoros ou sinais acústicos;
  • IV – provocando ou não procurando impedir barulho produzido por animal de que tem guarda:
·         Pena – prisão simples, de 15 (quinze) dias a 3 (três) meses, ou multa.
Mas como não precisa chegar a tanto assim, e penso não estar tão rabugento ao ponto de expressar tais condutas, imagino mais cedo e não mais tarde, possam sentir na alma que aporrinham.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails