Páginas

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Quando será?
Sem me referir ao André que corta meu cabelo, barbeiro era o outro nome dado ao instrumento para medir a pressão atmosférica, também conhecido como barômetro. Em qualquer site de pesquisa encontra-se informações sobre o mesmo também sobre seu inventor Evangelista Torricelli, que tendo em mãos o barômetro - não o André – que é um tubo de vidro cheio de mercúrio conseguiu medir a pressão atmosférica no que deu pra calcular o peso do ar sobre nossos cocos, considerando as variações do Mar Morto ao Everest.
No entanto, nem Torricelli, o André, ou qualquer que seja a bugiganga de medir pressão consegue analisar a pressão exercida sobre nós por pessoas inconvenientes.
É um inferno! Não respeitam o tempo de ninguém seja ele biológico ou de bel-prazer, de fazermos aquilo que temos vontade. É a pressão exercida por inconvenientes. (PEI). Vou exemplificar:
Como já disse que sou mega lerdo, me lembro apenas a partir dos meus áureos dezoito anos por aí, quando me pressionavam se eu ia namorar ou ficar pra titio, na maioria das vezes com teor de dúvida referente minha opção sexual. Beleza! Comecei a namorar, aí a pressão era quando eu iria noivar, pois não poderia enrolar “fia dos zotrô”. Noivei. A partir daí foram os clichês horríveis quando íamos a algum casamento do tipo; Tá vendo como é né? E o seus vai ser quando? O próximo é o seu? Casei. Depois da pressão do casamento suprimida com o mesmo, veio a pressão de quando iríamos arrumar filhos, novamente os clichês...Ufa! Temos uma filha agora. Paralelo ao desenvolvimento de minha filhota que indiretamente vem sofrendo pressões; O umbiguinho já caiu? Ela já tá andando? Já nasceu dentinho? Vieram também; Vão arrumar outro quando? Criança sozinha não pode crescer só hein? Não demorem para arrumar outro viu, vocês ficarão velhos e blá, blá blá. Como ainda não cheguei a andropausa não quero nem pensar o que ouvirei.
E como um chefe que tive que sempre dizia o jargão “quem trabalha sobre pressão é pistão de carro”, e sabendo que a força motriz do motor de um automóvel é a conversão do movimento alternativo do pistão pela biela, será que terei que procurar o virabrequim da minha filhota para que ela comece a andar?

2 comentários:

  1. O COMENTÁRIO ESTA NO MEU BLOG....

    ResponderExcluir
  2. ...supostamente não, pois o texto é meu sim (rs).
    Gosto muito do termo thelema e hedonismo, pois dizem tudo o que sigo de ideologia de vida (da minha vida). Este texto é o exemplo das coisas que vejo em toda sociedade, não apenas de maneira subjetiva, pois cito minha filhota. Outros exemplos; a verticalização da moda - leia Entre Santos e Alpistes -, as propagandas que dizem que se obter tal produto será feliz, etc. Quanto as escolhas, é uma das únicas coisas no mundo que direito e que ningúem foge. Sobre a vida começar aos 40; acho que começa e termina todos os dias, a partir dos 40 IMAGINO que aprenderemos a lidar com o tempo, o tempo de Caetano, Pato Fu, Pink Floyd etc.

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails